sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Lava, seca, engoma, pendura no cabide.

To azeda, com fumacinha acima da cabeça, sabem? Sério. E vou falar, porque né, tá atravessadinho aqui na garganta.
Muito feio fazer pouco caso do trabalho dos outros. Veterinário também tem contas a pagar, inclusive a conta do fornecedor de vacina. E isso quer dizer que não, eu não trabalhei de graça pra você, eu paguei pra trabalhar, enquanto você, amiga, me enrola, enrola e vai jantar fora. Porque né, se der volta no restaurante tem que lavar prato, já comigo...
Aff, to puta. Acho feio, acho baixo, acho se sujar por pouco, #prontofalei.

6 comentários:

Neanderthal disse...

Oi dona mila, estou contigo. Conheço muita gente que pensa que as contas delas são mais importantes do que as nossas. Ainda por cima, são pessoas que não se privam de um jantar fora, de fazer compras ou fazer qualquer aperto para nos pagar.
Isso é sujeira mesmo! Essa pessoa demonstra o quanto não se importa com como você pode se sentir.
Conheço um bocado de gente assim, esgoista e caloteira.
Sei de casos de gente que deixou de pagar pessoas para comprar carro, botar combustível no barco, viajar com a família. Isso é foda!
Paunocu dessa gente!

Karine disse...

Acho que isso é o mais comum hoje em dia. As desculpas (esfarrapadas) existem pra isso, né?! Claro que a amiga não ia deixar de jantar fora para pagar o que deve. Claro que não. Pessoas egoístas e cretinas são assim, infelizmente!

Sorte na resolução do problema.
Um beijo.

nay disse...

É dona Mila...eu tbm to na mesma merda. E nem foi por trabalho. Foi por amizade. E tomei na bunda, claro. E tambem to putissima como vc, claro. Vamos esperar os desfechos.

Dona Mila disse...

Meninas, o que me deixa mais passada é a falta de consideração. Fico mal de cabeça de pensar que anos de amizade valem tão pouco na cabecinha da pessoa. Que seja, eu não cobro mais. :(

S disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Sabe, uma vez eu ouvi de uma pessoa que os que mais nos magoam e decepcionam de alguma forma são pessoas próximas. Por se sentirem íntimas, elas se acham no direito de falar o que quiser, pagar quando achar que devem, ou mesmo não pagar, se meter em nossas vidas, não devolver o que pegou, essas coisas. Eu mesma faço isso de vez em quando...
Depois que um amigo meu pra quem eu fiz uma ação e que me pagou com metade do que ganhou, eu passei a pagar melhor meus amigos. Eu só cobro 30% dos meus clientes. na camaradagem, faço 20% de honorários. Ele, ao contrários dos outros amigos que me pagam menos, me pagou a mais e disse que era o reconhecimento pelo que fiz e por ter me mostrado suuper solícita quando precisou. Ficou de lição, em vez de pedir camaradagem aos amigos, passei a valorizá-los. Pago mais e em dia a qualquer um que me ajuda com o seu trabalho.
Tenho vários outros defeitos, mas desse mal eu não morro. Aprendi isso com um amigo.
Acho super desagradável de ficar cobrando a uma pessoa, que eu presumo ser adulta, aquilo que ela sabe que deve ser feito.
Boa sorte. Vamos ver se a pessoa se manca!
Neanderthal