segunda-feira, 26 de setembro de 2011

220 cigarros.

É mais ou menos o que já deixei de fumar desde sexta passada. Dá uns 50 reais, que é o que custou meus nicorettes. Ainda tenho 8 da caixa de 30. Esqueço de mascar, não me faz falta. No começo, alguém fumando perto de mim me dava vontadinha, hoje me deu raivinha, porque a cinza do cara voou em mim. Depois quis oferecer um chicletinho pra ele, porque né, se eu parei qualquer um consegue. Aí vi que esta atitude é a mais escrota, chata e que sempre me irritou ao longo dos últimos, sei lá, 15 anos. Desisti de ser a chata ex-fumante mega antitabagista.

Mas gente, que delícia hoje o Beach Park. Certeza que se tivesse esses 220 cigarros não teria aguentado subir tantas vezes nas atrações. \o/

3 comentários:

Neanderthal disse...

Oi Dona Mila, estou surpresa em saber que fuma.
Não entendo como as pessoas começam com esse vício. É tão ruimmmmm!
Parabéns por estar tentando. Nesses meus anos de blog vi pessoas parar de fumar e volta inúmeras vezes. Espero que não seja o seu caso.
Beijos

Thata disse...

DOna Mila estou na torcida pelo o seu sucesso! Nunca fumei. Sou de uma família de fumantes e sempre tive nojo. Nojo da fumaça, do cheiro, das cinzas, de tudo! Tenho nojo de olhar um cinzeiro e sinto o cheiro de cigarro de longe. É muito ruim!

Fulana disse...

parabens! orgulhosa e torcendo!