segunda-feira, 5 de julho de 2010

A última do goleiro.

Tá que nem é tão última assim, mas vocês não acham que pegou mal a conduta do tal goleiro?

Primeiro não quer saber do suposto filho, comprovadamente sua mulher desova a criança na mão de terceiros, e agora, mesmo antes do resultado do teste de paternidade, ele diz que vai pedir a guarda da criança. Os argumentos? Conheceu a moça numa orgia, ela era atriz pornô, a camisinha estourou e ele fez até sorologia pra HIV. Incoerente, já que estes argumentos só servem - se é que servem - pra colocar em dúvida a paternidade da criança, e não explicam os acontecimentos desde que ela desapareceu.

Eu fico pau da vida em como as pessoas acham que desmerecer a vida alheia pode fazer com que esta valha menos. Não vale. Foda-se se era Maria Chuteira, foda-se se ela só queria dinheiro e 15 minutos de "fama", foda-se se era puta da zona. O goleiro pode nem ter encostado num fio de cabelo dela, mas já perdeu a inocência quando não comunicou, no mínimo, o tal abandono do menino na casa dele.

Muito mal contada essa história.

*****

UPDATE - Comentários.

Borboletas nos Olhos disse:

Nada explica e nada, nada justifica. Você nem imagina o tamanho da minha indignação...ou melhor, imagina, porque está aqui também em igual intensidade. Bjs inquietos

Junião disse:

Esse cara nunca teve cara de santinho, e uma pessoa que diz "quem de vocês nunca saiu na mão com uma mulher?" não me espanta...

A única parte da estória (mau contada) é agora o pai e a mãe da menina aparecerem como anjos de candura... é muito p/ minha cabeça!

Neanderthal disse:

Oi dona Mila, então... primeiro, meu antigo blog era o "Música faz bem" e assinava como S. =)
Acho que isso refresca a sua memória.

E quanto ao que vc escreveu, eu concordo contigo. Mas não ponho a mão no fogo por ninguém. Ela também poderia estar usando o filho e a intimidade que compartilhou com ele para fazer pressão para conseguir uma boa pensão e fama.
No lugar dele tbm colocaria em questão a paternidade da criança. Só um trouxa assumiria de plano ou pagaria pensão, sem questionar.
O exame de sangue que ela fez confirma apenas que ela tomou substâncias abortivas e não que ele a obrigou a tomá-las.
E o sumiço dela não faz dele um assassino. Enquanto não aparecer um corpo, não podemos falar em morte. Apenas em desaparecimento. E ainda que encontrem o cadáver dela, ele só é o primeiro suspeito. Mas não descarta outras possibilidades, já que ela era envolvida com vários homens comprometidos.
Ainda que mais tarde se comprove qualquer outra hipótese, o cara já foi exposto, a vida pessoal dele tbm e a carreira dele destruida.
A imprensa faz a festa com notícias como essas, cria um consenso, muitos já condenaram o cara e nem processo teve ainda. E isso também não é correto.
Não se pode culpar ou condenar alguém com base apenas em uma prova. A ida dela à delegacia só provam que os dois tinham um relacionamento conturbado. Aliás, qualquer um pode ir à delegacia e fazer um Registro de Ocorrência contra qualquer pessoa, acusá-la do que quiser. Se eu quiser ir à delegacia agorinha mesmo e dizer que você me agrediu, eles vão fazer o registro e investigar. Agora, comprovar os fatos, são oooooutros quinhentos! O que não mostram é se ela fez o exame de corpo de delito para comprovar as tais lesões.
Ruim foi ele ter queimado roupas dela. Faz parecer que estava destruindo provas. E ter se silenciado por muito tempo sem negar assim que a história surgiu tbm é um furo, pois permitiu que muitas pessoas pensassem o que quisessem, fizessem especulações a respeito disso. Mancada!
Bom, não esrevi tudo que pretendia, mas acho que é suficiente.
Beijos

13 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Nada explica e nada, nada justifica. Você nem imagina o tamanho da minha indignação...ou melhor, imagina, porque está aqui também em igual intensidade. Bjs inquietos

Bunnyman disse...

Concordo-te!

Junião disse...

Esse cara nunca teve cara de santinho, e uma pessoa que diz "quem de vocês nunca saiu na mão com uma mulher?" não me espanta...

A única parte da estória (mau contada) é agora o pai e a mãe da menina aparecerem como anjos de candura... é muito p/ minha cabeça!

Dona Mila disse...

Bunny! :)

Neanderthal disse...

Oi dona Mila, então... primeiro, meu antigo blog era o "Música faz bem" e assinava como S. =)
Acho que isso refresca a sua memória.

E quanto ao que vc escreveu, eu concordo contigo. Mas não ponho a mão no fogo por ninguém. Ela também poderia estar usando o filho e a intimidade que compartilhou com ele para fazer pressão para conseguir uma boa pensão e fama.
No lugar dele tbm colocaria em questão a paternidade da criança. Só um trouxa assumiria de plano ou pagaria pensão, sem questionar.
O exame de sangue que ela fez confirma apenas que ela tomou substâncias abortivas e não que ele a obrigou a tomá-las.
E o sumiço dela não faz dele um assassino. Enquanto não aparecer um corpo, não podemos falar em morte. Apenas em desaparecimento. E ainda que encontrem o cadáver dela, ele só é o primeiro suspeito. Mas não descarta outras possibilidades, já que ela era envolvida com vários homens comprometidos.
Ainda que mais tarde se comprove qualquer outra hipótese, o cara já foi exposto, a vida pessoal dele tbm e a carreira dele destruida.
A imprensa faz a festa com notícias como essas, cria um consenso, muitos já condenaram o cara e nem processo teve ainda. E isso também não é correto.
Não se pode culpar ou condenar alguém com base apenas em uma prova. A ida dela à delegacia só provam que os dois tinham um relacionamento conturbado. Aliás, qualquer um pode ir à delegacia e fazer um Registro de Ocorrência contra qualquer pessoa, acusá-la do que quiser. Se eu quiser ir à delegacia agorinha mesmo e dizer que você me agrediu, eles vão fazer o registro e investigar. Agora, comprovar os fatos, são oooooutros quinhentos! O que não mostram é se ela fez o exame de corpo de delito para comprovar as tais lesões.
Ruim foi ele ter queimado roupas dela. Faz parecer que estava destruindo provas. E ter se silenciado por muito tempo sem negar assim que a história surgiu tbm é um furo, pois permitiu que muitas pessoas pensassem o que quisessem, fizessem especulações a respeito disso. Mancada!
Bom, não esrevi tudo que pretendia, mas acho que é suficiente.
Beijos

Neanderthal disse...

Só para constar, não to fazendo uma defesa escancarada do cara. Apenas fiz um contraponto, para mostrar que existem falhas também na acusação.
Serve para repensar os fatos, olhar por um outro ângulo. Ok?
Pq se o cara desse valor à família que tem, não teria se envolvido com outras mulheres e se metido nessa confusão.

Dona Mila disse...

Neanderthal, este é exatamente meu ponto. Não digo que matou, que deu sumiço, mas ele errou feio quando tentou sumir com a criança. E parece que tá fazendo pose com esse papo de pedir a guarda da criança, entende?

Thata disse...

Ahhh... pra mim os dois foram burros. Ele por não usar camisinha e ela por ter se aproximado dele mesmo tendo um mandato dizendo que ele deveria se manter, pelo menos, a 300 metros dela. Na boa, não acho justificável a atitude dele, mas é tudo farinha do mesmo saco e boa coisa não poderia dar! Concordo com o post que fala dos pais dela. Agora resolveram aparecer? MAOI? Tô meio indignada com tudo isso. Mais indignada em saber que quanto mais o tempo passa menos os pais se preocupam com seus filhos!

Neanderthal disse...

Na verdade, ficar com a criança é uma forma tbm de se livrar de uma possível pensão, caso seja confirmada a paternidade e de quebra ficar bem na fita.
A criança virou uma espécie de bilhete premiado. É filho de uma pessoa "rica". Quem ficar com ela vai administrar uma quantia bastante rasoável. É bastante compreensível que agora tenha parentes tão amorosos disputando a sua guarda.

Maquiadora disse...

eu tb quero a guarda... ng me da!

Junião disse...

Concordo com o contra ponto do amigo Neanderthal, o único "senão" seria a respeito de terem "destruído" a carreira do goleiro.

Na minha opnião ele já é responsável por sabotá-la em diversas situações, claro que a vida pessoal diz respeito apenas a ele, mas ele não pode esquecer que é uma pessoa pública, capitão do time da segunda maior torcida do país (a primeira é a anti-corinthiana) e deveria apresentar uma conduta mais adequada uma vez que ele serve de exemplo a tantas crianças e adolescentes.

Neanderthal disse...

Eu sou menina! =)!

Junião disse...

Neanderthal Sorry!!! #fail total da minha parte! rs