sexta-feira, 2 de julho de 2010

Na verdade...

A culpa também é minha. Em todos os outros jogos, eu tirei minha sonequinha. Como no bar não tinha um sofazinho, me mantive acordadíssima.

A culpa é do Bar do Adão, que não tem sofá.

*****

Cês viram o Kaka falando palavrão em campo? Bispa Hernandes vai puxar sua orelha, menino mau!

*****

Continuo BEGE porque o Dunga TAVA DE LARANJA. Quem chamar aquilo de "vermelho desbotado" ou "melancia" é feio e bobo.

8 comentários:

Dona Lô disse...

Hahahahaha!!! A culpa é do bar! Também foi do meu irmão, que hoje assistiu o jogo conosco, coisa que nunca tinha feito.
E minha, que hoje não saí vestida de amarelo, como sempre fiz.
Deu peninha mesmo fo do Júlio César chorando. Ô vontade de dar um colinho...
Deixa estar, em cas avai ser mais gostoso!

Dona Lô disse...

Pro Kaká, só resta dizer: JESUS TOMA CONTA!!!

Patrícia disse...

Última declaração do Dunga: eu vou, eu vou, pra casa agora eu vou!
(by meu "amigo" Leoni).

Borboletas nos Olhos disse...

à minha última declaração para o Dunda: já vai tarde! E vamos providenciar o safá pra o Bar do Adão.

Priscila C. Souza disse...

è... minha casa não deu sorte :(

Neanderthal disse...

OI Dona Mila, resolvi acabarcomo antigo blog e com o anonimato. Já te linkei direitinho e to vindo aqui comunicar. Ok?

E a culpa também é minha, que não quis enfeitar a casa, não deixei pintar a minha calçada, nem o muro sópara fazer parte da corrente "pra frente". =)
Beijão.

Dona Mila disse...

Ah, na boa? Nem ligo. To apreciando o silencio gostoso da falta de jogos. Neanderthal, quem ser vc? Qual seu antigo blog? Por que "tudo junto" é separado e "separado" é tudo junto? De qualquer forma, bem vinda, moça! Vou la ver seu espaço.

Junião disse...

Bão, desde o começo todo mundo estava cabreiro mas foi embalando né?
Confesso que no final do primeiro tempo pensei que era dia de goleada... uma pena!

Culpa minha tbm que ñ vi o jogo com a galera de infância, deu certo em 2002, ñ vimos juntos em 2006, deu zica... denovo em 2010...

Mas é isso ai, como diria Fernando Vanucci: "O Brasil, é logo ali!"