quarta-feira, 6 de abril de 2011

Os cânones tortos.

Minha avó já dizia: "quer ficar ruim, case; quer ficar bom, morra.". Pois bem, depois de mais de década de "luta" contra o câncer, nosso ex vice pereceu. E juro que me derruba o queixo ver esse monte de amor para com este senhor.

Longe de mim chutar o cachorro morto (ha ha, trocadilho!), mas vamos combinar? Alguém mais aê viu o que Alencar disse sobre a suposta filha na entrevista no Jô? Alguém mais aê sabe da puta dívida da empresa Coteminas, do Alencar, com o INSS e outras sonegações? Alguém aê percebeu a "coincidência" da expansão da Coteminas, abrindo fábrica na China, e fodendo os produtores têxteis nacionais? Coincidência pra caralho, né não? (Leiam mais aqui).

Alencar, apesar de ser uma ode ao otimismo pela forma como encarou sua doença, me perdeu quando mostrou ser o segundo maior sonegador fiscal nacional (fonte: mamis e google), e puxou a descarga quando chamou a mãe da própria suposta filha de puta da zona. Antipatia rulez. A partir daí, acreditei que o câncer só não levou Alencar mais cedo porque "vaso ruim não quebra".

E agora vem essa palhaçada de estender tapete vermelho e dar glórias ao inglório. "Querido" ex vice, só te digo isso: caixão não tem gaveta e o que é teu, tá guardado.

(Leitores vorazes do Globo e seus etceteras, metam o malho em mim à vontade). ;)

5 comentários:

Marcelo disse...

Depois de mortos, todos viram heróis...

Dona Mila disse...

Né? Fico passada!

Lune disse...

Mila, concordo com você. Bjs

altruísta disse...

e os times de futebol que querem anistia e isenção total de impostos, isto não é imoral? só a conduta do empresário é que não presta?

Dona Mila disse...

Lune, que bom que mais gente pensa assim!

Marreca, isso aí, foi EXATAMENTE o que eu disse, né? SÓ o falecido ex vice que não presta.