sábado, 2 de abril de 2011

Ontem.

Ontem fui à missa. Era missa de sétimo dia de um amigo querido que nos deixou cedo demais, mas não quero falar disso, não quero falar de dor. Quero falar de tudo de positivo que aconteceu ontem. Inclusive a missa.

Fiz muitos exames.
Ganhei presente de cliente.
Peguei pouco trânsito de Irajá até Botafogo.
Consegui vaga no pátio da Igreja.
Reencontrei amigos que não via há tempos.
O filho que perdeu o pai passou a missa brincando na Igreja com amiguinhos. Ele faz 4 anos este mês.
A Igreja passa por restauração, e a moça pendurada lá no alto fazendo acrobacias com pincéis não me deixou bocejar durante as liturgias (senta-levanta-ajoelha-senta).
O padre era um queridão, desses que dá vontade de abraçar, sabem? E falou coisas muito bonitas e pertinentes. "Todos sofrem com a morte. Mas quem crê em Deus sofre com esperança; quem não crê, sofre com angústia".
Os filhos dos Compadres não só lembraram de mim, como correram pra me abraçar. Não os via há quase 2 anos, e 2 anos pra eles é tipo 30% da vida.
Certeza que o Pedro agora está sendo muito bem atendendido no after-life, ouvindo Van Halen. E vai voltar já já. Ele também acredita nisso.
A família dele parece conformada. Têm a sorte de ter uns aos outros e uma penca de amigos em volta pra se apoiarem.

Outros tópicos de ontem envolvem lágrimas, dor, mi-mi-mis e eu não quero falar disso.

Pedro, vai dar tudo certo. Vai com Deus.

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Um abraço, querida.

Dona Lô disse...

Pedro: mais uma missão cumprida.
Fica com Deus, amiguinha.

Luana disse...

A gente sofre sim, sente saudades, dói... Mas é o ciclo da vida... um beijo pra voce e fica bem!

Olivia disse...

Eu acredito muito nisso, que pessoas boas, quando se vão, a dor é só da saudade que vai deixar.

Mudando de assunto, o seu texto fluiu de forma tão tranquila, que mesmo falando de uma perda, vc não parecia estar falando de um momento ruim. Isso é bom! Sinal de que vc está bem! Que ótimo!