quarta-feira, 6 de abril de 2011

Dígrafos e etc.

Quem nunca ouviu um "poblema", "pobrema", ploblema"? Ignorando as línguas presas, só é justificável isso quando vem, sei lá, de uma criancinha, né? Pois bem, não mais.

Mini me do Marcelo, que não tem nem dois anos, conta até dez na forma culta. JURO. Ele fala "qua-tro" melhor que eu (tá, mas quem sou eu, né?). Vocês têm noção da coisa mais extasiante que é ouvir um bebê de menos de dois anos dizer "qua-tro" em vez de "ca-tu"? Faz ter fé na humanidade, na educação da humanidade.

Babo ovo e corujo meeeeeeeeeeeesmo. Ô, moleque bem criado...

9 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Eu li todos de cima pra baixo e amei essa invasão de posts. Bjs

Altruísta disse...

Trabalho de TODOS OS DIAS. Não é trabalho de 08 horas.

Dona Mila disse...

Borbô, :*

É, Marreca. E também bendito Canis lupus pequeno, né?! :*

Maquiadora disse...

poblema é da vida.
pobrema é de saude! uahuhauhauhauhaua

Marcelo disse...

Só você, loira! :)

Dona Mila disse...

Maqui, e ploblema é aquele de matemática que a tia passa no colégio, né?

Namolito, parabéns por ser tão bom pai. Mó orgulho!

Dona Lô disse...

Menina, o trabalhão tem recompensa!

Altruísta disse...

Este também é um bom pai, pois todos os dias ele faz declaração que ama o filho:
dorme com o filho na mesma cama e daí por volta das 3horas o filho ainda dormindo, levanta e pensa que já chegou ao banheiro, começa a fazer xixi, o pai levanta assustado embulachando quem estava fazendo do ouvido dele pinico. Foi preciso o tio do menino vir correndo socorrê-lo pois o super pai não livrou a cara do filho.

Marcelo disse...

Tales. By Unselfish.