domingo, 18 de dezembro de 2011

E a espancadora de cachorros?

Como muuuuita gente, também vi o vídeo. E chorei. Lembrei de um caso que peguei, um cocker que foi tão chutado que rompeu o diafragma, e seu fígado foi parar no tórax, além do trauma torácico que fez acumular ar no subcutâneo. Chorei mais.

Mas sabem o que me faz mesmo mudar de cor? Isso aqui, o twitter da assassina. Ela começa sua "defesa" argumentando (?!) que "não vai dar em nada mesmo". Segue dizendo que "seus advogados estão cuidando de tudo", pra depois começar a desfiar o rosário, que está deprimida, e não consegue dormir, e blablabla, estou arrependida, o que nos mostra que os advogados fizeram seu papel (ô, anta, para de provocar mais ainda a ira popular! Faça-se de vítima, já!).

Muitos se perguntam por quê diabos quem filmou não deu um grito para salvar o animal. Também me perguntei, mas neste caso, um grito faria ela matar o cachorro longe das câmeras, e tudo daria em nada. O york foi mártir, ou será mártir se a polícia e a justiça fizerem seu papel, nem que seja em respeito à comoção pública que o vídeo gerou. A pena pela tortura e morte do cachorrinho é merreca, mas parece que o MPE de Goiás já a acusou de "tortura psicológica de incapaz", e sabemos que o poder do ECA vai além de proteger menores infratores.

Camila Corrêa de Moura, te desejo mais que noites na cadeia. Não torço pra que te espanquem e te façam caber dentro de um balde, como você fez. Nem vibro com o universo de #coisasprafazercomquemmatacachorro. A solução pra você, que é enfermeira e deve ter noção de como ossos quebrados doem, é assimilar a dor que você já viu nos seus pacientes com a dor que eu vejo nos meus. Minha pena pra você é que você não sinta, mas SAIBA, tenha consciência do mal que fez, por todos os dias da sua vida. Que seu filho, ou filha, que presenciou esta crueldade te lembre disso pra sempre.

11 comentários:

Priscila C. Souza disse...

Mandou muito bem, Mila! EU não tive coragem de ver o vídeo, pq me lembraria das coisas que minha filhas(adotadas) passaram. Pessoas assim precisam viver, sim, com lembranças a torturando...
Belo texto!

Karine disse...

Eu nao tive coragem de vê-lo inteiro. Só consegui até o 3º segundo.
E você disse mandou bem com ess epost!!!

Luana disse...

Eu não tive coragem de ver o vídeo... Não dá!

Mas gostei muito do seu post...

Dona Lô disse...

Mila, não assisti também, não deu prá mim. E me dói saber que ela tem a minha profissão. Gente, leitores da Mila, pelo amorrrr de DEUS!!! Eu NÃO chuto cachorrinho. Só eu sei a falta que o Pingo me faz, ele que vigiava o berço do meu amado filho, me protegia na minha gravidez - ele tinha ciúmes de quem passava a mão na minha barriga - e dormia na cama com a gente, desde filhote. Foram 14 anos e 6 meses inesquecíveis.
Falta de caráter vem de berço, e não da faculdade de Enfermagem!
P.S.: O desabafo veio porque já recebi um monte de recados malcriados. Foi mal, Miloca!

Beta disse...

Sinceramente Desculpe, mas a pessoa vê a outra torturando um animal por dias e espera o ultimo momento para chamar a policia? Poxa no primeiro dia que ela fez aquilo já deveriam ter chamado para tirarem o cão das mãos da mulher. Foi muito patético(revoltante) aquelas pessoas filmando o animal ali quieto. Muita falta de reação.

Anônimo disse...

Não faz muita diferença, mas o twitter é FAKE, viu.

Dona Mila disse...

Putz, devia ter imaginado... :P

Depois dos 25 disse...

Esse caso esta bem complicado, mas acho que as pessoas estao se exaltando um pouco, indo para a a frente do predio, tacando pedra, a policia ao inves de proteger o cidadao tem que ficar la na porta dando guarda aos moradores. Enfim, acho que a mulher esta errada, mas esta tomando proporcoes maiores do que seria o razoavel...

Mas que foi cruel isso e sem conversa!

Beijos

Anônimo disse...

http://www.anda.jor.br/19/12/2011/dona-do-predio-onde-morava-enfermeira-agride-vizinha-que-denunciou-a-violencia?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=dona-do-predio-onde-morava-enfermeira-agride-vizinha-que-denunciou-a-violencia

Neanderthal disse...

Camila, naquela mesma semana eu vi o vídeo de alguém que colocou um cachorro de rua vivo em um caminhão de lixo e mostra a prensa sendo ligada com ele ali dentro. Chorei horrores! Mas fiz uma denúncia formal ao MP. Não sei se vai dar alguma coisa, já que também depende o interesse das pessoas e da pressões das pessoas...
Enfim, fica aqui tbm o meu protesto e todo o meu desprezo por quem é capaz de tamanha crueldade!
Beijos

Inaie disse...

Eu nao vi o post e espero que a filha ou filho nao se lembre disso nao. pq a crianca nao tem nada a ver com isso, në?