sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A semana.

Tanto acontecimento que eu queria dividir que acabei com preguiça de postar. My bad.

*****

Segunda foi aniversário de amiga muito querida, a Roberta. Saí de Irajá, fiz frete da Tixa, cachorrinha adotada da Serra que ficou internada na Clínica da ML até Botafogo e segui pra Lapa. Aí a dica: não transportem animais em caixas abertas no carro. Estava sozinha, só eu e aquele projeto de cão, e ou dirigia ou controlava a bicha. Resultado: AINDA BEM que Mundinho, meu carrinho, tem banco de couro, à prova da diarréia da Tixa. Écati.

*****

Terça passei o dia sem celular e nem morri disso. Assisti um filme muito legal. Nome Próprio. Muito sujo, mas muito legal.

*****

Quarta fui à praia. Mentira, trabalhei que nem uma corna até quase 22h, mas juro que preferia ter ido à praia.

*****

Ontem tivemos 2 sacos pretos. O dia começou tranquilo, aí nossa querida secretária se ausentou do serviço por conta do pré-natal e Murphy resolveu se divertir. Além da sala de espera acumulando gente e bicho mais rápido que eu e Dra. Felicíssimo conseguíamos atender, o telefone que não parava de tocar também sobrou pra gente. E os amiguinhos da Vigilância Sanitária passaram pra uma visitinha. O último exame da manhã foi numa Toodle, poodle que tinha tudo (ha ha ha, genial, né?), principalmente um coração gigante que não batia, líquido no tórax e histórico de diagnósticos errados. Saco preto #1. Depois tudo se acalmou, a tarde foi um tédio. Até que apareceu uma moça chorando com sua moribunda no colo. Uma semana de prostração, dois dias de secreção vaginal purulenta e só ontem pediram ultrassom. Mas aí o útero já tinha rompido e a secreção purulenta se espalhava entre os órgãos abdominais. Se tinha algum jeito de reverter era operar na hora, mas aí o marido da dona, aquele FOFO, disse: "Operar não dá, é caro, deixa ela aí então". CUMA??? Antes que Dra. F. começasse a espancar o sujeito, parece que a ouviu a atrocidade e resolveu dar adeus a este mundo cruel. Teve choque séptico e seu sangue começou a coagular dentro dos vasos. Saco preto #2. Foi horrível, a dona chorava baldes e seu marido, aquele QUERIDO, entrou na sala com a cara mais impaciente e... "ai, saco, vambora logo?". Muito amável, muito compreensivo, espero que as entranhas dele implodam e que a futura viúva use o seguro de vida pra ser feliz e viver cercada por cachorrinhos imortais.

6 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Ainda tem fôlego pro fim de semana? (eu também preferia ter ido à praia na quarta).
Bjs

Luana disse...

Fico MUITO brava com a falta de sensibilidade das pessoas... Tomara mesmo que esse marido "fofo" tenha um fim dolorido e purulento.. hunfs

Eu estou tentando adorar um gatinho por aqui e num dos sites achei esse aqui

http://www.veeweyde.be/htm/F11021504.htm

Abandonada!!! Pode??? Que O-D-I-O!!

Thata disse...

Adorei o seu desejo para a mãe que perdeu sua cãfilha. Desejo o mesmo.

Olivia disse...

Anos atrás um amigo meu deu uma carona pra minha cachorra até o vet e ela vomitou e mijou no carro dele. HUASHUASHAUSHAS
Para compensar paguei uma limpeza completa no lava-jato.
=)

Dona Lô disse...

Sim! Coagulação Intravascular disseminada aos maridos cruéis de donas legais!

Ms. Anabela disse...

Véi, pergunta:
quiquisaporra de mulher tá fazendo casada com isso aí?
o.O
Como diz a madrinha do João, "o mundo é estranho..."